Nós deveríamos nos viciar em bons momentos assim como nos viciamos em cigarros. Eles nunca sairiam de nossas mentes! Estariam impregnados em nossas vidas e ao menor descuido cairíamos entregues ao prazer de nosso vício e ainda sim seríamos plenamente saudáveis e felizes!