Morar em São Paulo é:
Ficar na dúvida entre amarrar bem o sapato,
Ou deixa-lo um pouco desamarrado,
Para quando estiver no metro lotado,
E seu calcanhar for pisado,
Que o sapato não saia se estiver bem amarrado,
Ou que possa ser calçado facilmente caso deixe esgarçado,
Pois,
Parar e amarrar é a forma mais eficaz de ser atropelado.

Morar em São Paulo é entrar no vagão do trem sem estar com vontade,
É não ter a opção de esperar o próximo,
Ou não saber dar um passo para o lado para poder aguardar,
É ter a comida escolhida pelo restaurante,
Ou pelo relógio que marca os instantes,
E o cartão do ponto que precisa ser batido e não pode esperar.

Morar em São Paulo é…
Não ter tempo para terminar a poesia,
Porque por ironia escrever não é trabalhar,
Morar em São Paulo é entender,
Que existe uma lacuna enorme entre lugar para morar e lugar para viver.

Felipe Hudson