Eram três vidas sentadas à mesa,
Formavam um triângulo retângulo,
Uma era como o profundo silêncio,
Um silêncio de morte,
Nem ao menos uma pronúncia,
Apenas a observar o que trocavam as duas outras pontas,
Outra era a perdição,
Em olhos verdes vagando em pensamentos,
Com breves sinais de ciúmes,
Um sentimento fraterno,
De ver alguém alcançar o sucesso e se distanciar,
Lamúrias por não encontrar o caminho correto,
Por não orgulhar quem se deseja,
Não alcançar nem o que não se almeja.
A terceira ponta era leveza,
A paz de quem tinha certeza,
De quem caminha firme,
Mas com passos suaves,
Sem deixar marcas na estrada,
Apenas perfume,
Somente a doçura,
O reconhecer da vida,
O apreciar de algo fantástico,
Os três pontos unidos em amizade,
Diferentes em sentimentos,
Unidos pelo sabor forte de um delicioso shawarma!

Felipe Hudson