Que Deus permita que meu coração não congele,
Que em meio a decepções, corrupções e desamores
Não sinta o dessabor de vê-lo congelar,
Ele que me colocou em tantas enrascadas,
Que por vezes disparou quando devia se calar,
Que me envergonhou batendo sem pensar,
Que me deu motivos e motivos para odiar,
Não posso deixa-lo congelar,
Preciso sentir seu respirar,
Preciso senti-lo amar!
Preciso ter compaixão,
Sentir os olhos marejarem,
Preciso que o coração se parta,
Que se sinta em pedaços ao ver uma injustiça,
Ainda que seja insanidade
Tornar o coração mais forte que a racionalidade,
Assim prefiro!
Prefiro me sentir irracional em lágrimas,
Do que sair de cena em silêncio,
Prefiro sentir mais do que penso,
Prefiro sentir a vida e não racionaliza-la,
Ser humano!

Felipe Hudson