Vazio,

Não satisfação,

Que não tem relação com insatisfação,

Mas com não estar completo,

De estar sempre faminto,

Uma fome que consome,

E perde-se na busca do alimento,

Que anda escasso.

Não se sabe qual seriam os nutrientes necessários,

O que apaziguaria essa moléstia,

Esse apetite que não dá tréguas,

E que nos causa perdição.

O apetite sem fim,

A fome da alma.

 

Felipe Hudson