O ódio se propaga com rapidez,

Por que não se propaga o amor?

Por que o pavio é tão curto para explosões de ódio?

Por que o pavio é tão curto para as paixões e o amor?

Somos fechados no trânsito,

Somos capazes de matar.

Vemos um corpo caído,

Não somos capazes de amar.

Um simples empurrão no metrô,

Basta para o outro amaldiçoar.

Um olhar de carinho,

Custa perceber,

Custa por carinho sentir um coração bater.

Mas por ódio bate tão forte!

Por amor só bate na morte,

Seguido do ódio por Deus,

(Ao menos que seja ateu),

Mas por que odiamos?

Por que não amamos?

Por que agredimos tão rápido se um sorriso sairia na mesma velocidade?

Porém não se compara a beleza entre um rosto raivoso e um enamorado,

Por que cometemos tal pecado?

Por que optar pelo ódio quando poderíamos ser amados?

Qual o deslumbre em ser odiado?

Tão sublime a paz e o coração aconchegado,

Que nos assusta escolhermos por tantas vezes os sentimentos errados,

E em busca de alterar este ciclo equivocado,

Tenho para vida meu amor em palavras!

 

Felipe Hudson