Siglas,
Rótulos,
Sentimentos vistos através de binóculos,
Inconstância,
Na dinâmica do capital passos falsos,
Solidão,
Uma mão não seria mal,
Mas não existe arrego,
Findou-se o apego,
Os sorrisos são construídos em bases areadas e monetárias,
Com paixões arbitrárias,
Como as amizades,
Que nos deixam saudades quando recordamos que um dia foram verdades,
E se vive a melancolia,
Aquela que Freud dizia,
De viver do passado que se faz necessário enterrar,
Mas quem quer ser seu próprio coveiro?
E quem convidaria para o enterro?

.
.
.
Felipe Hudson