Talvez não exista missão,
Talvez não haja talento,
Quiçá nem um alento na caminhada,
Que se dificultada,
Talvez seja por desentendimento,
Por complicar algo simples,
Apenas um caminhar,
Apressado ou devagar,
Ao seu gosto,
Disposto ou indisposto,
O seu caminhar.
E se simples fosse não careceria de alento,
Por não haver tormento em praticar-se a simplicidade,
Que em alguns casos vem com a idade,
Em outros já se nasce sabendo,
Adquirido de fábrica,
Pois ainda que nos julguemos iguais,
Existem vários modelos,
Todos sem garantia,
Todos sem destino para rodagem,
Mas com opcionais diferentes,
Sem missões definidas e sem massagem.
.
.
.
.
.
.
.
Felipe Hudson