Era um debate sobre igualdade,
Esperávamos cem, mas só estava a metade.
Em meio ao debate só haviam diferenças,
Poucas crenças, talvez apenas em si mesmo,
Mesmo assim, para se gabar,
No quarto escuro sentia o corpo tremer,
Debatia-se apenas por debater,
Não havia um “por quê”,
Ou talvez existissem muitos,
Todos sem resposta,
Porque ninguém compreendia o peso que lhe envergava as costas,
Apenas caminhavam arrastados,
Por vergonha de pedir ajuda,
Por medo de dialogar,
A reunião se fez em silêncio,
Não houve debate,
Não houve vitória!
.
.
.
.
.
.
.
Felipe Hudson