Caminhei no passado,

Caminhei hoje pela manhã,

O passado foi quando escrevi “caminhei no passado”,

O passado ficou antes dessa vírgula,

O tempo foge apressado,

A cada passo o chão não será mais pisado,

Aquele grão de areia não será mais arrastado,

A cada encruzilhada um trabalho foi deixado,

O despacho é passado,

O sinal da cruz na porta da igreja é passado,

É passado o dízimo ontem depositado,

O beijo demorado já é passado,

O abraço,

A companhia antes de estar desacompanhado,

Tudo é passado!

Recordar é passado,

E o que interessa é como você sente o passado,

Quanta saudade tem do passado,

O quanto de paz lhe traz seu passado?

O quando você gostaria de repisar seu traçado,

O quanto você planejou seu futuro para que seja belo seu passado?

O quanto você vive seu presente?

O passado do presente depende,

Assim como depende do futuro,

O passado é o todo,

O passado é o resultado, não o futuro!

E se tudo der certo o passado estará presente,

Sempre!

.

.

.

Felipe Hudson