A necessidade de cavar sempre mais dez centímetros me mantém vivo,

Porém essa mesma necessidade acabará me exaurindo,

A curiosidade e a expectativa em encontrar algo de valor me faz insistir com a pá e a picareta,

Mas a decepção diária, o vazio ao fim de cada dia, me faz quase desistir de tudo,

Contudo,

Ainda possuo a curiosidade,

E quem diria seria esse o meu motor de verdade?

A mentira!

Ou a ironia de buscar tudo, todos os dias, enquanto não encontro nada!

.

.

.

Felipe Hudson